Existem disponíveis Imóveis

Turismo

Palácios portugueses atraem milionários

Partilhe esta notícia   del.icio.us technorati digg facebook reddit google search.live Stumble this! Twitter

Quinta, 7 de Setembro de 2017 às 21:15

 A oferta portuguesa em alojamento local de luxo ganhou peso com a Tripwix, startup que se estreou em setembro de 2016 e no espaço de um ano faturou €1,7 milhões, o equivalente a reservas para 900 noites.

Dedicada à gestão de casas privadas para turismo topo de gama, a Tripwix está com o negócio em crescimento acelerado e prevê fechar o ano de 2017 com uma faturação de €3 milhões só em Portugal, que assume um peso de 40% no negócio da startup, que também se estende a Espanha e ao México.

"O mercado de turismo está a crescer e a explodir e o segmento de luxo ainda mais. Portugal tem oferta para este mercado e este perfil de turistas milionários que preferem ter férias com privacidade e uma experiência mais autêntica que não têm num hotel", faz notar o CEO da Tripwix, Francisco Bessa, que deixou a área financeira para fundar a startup, tendo como sócios Miguel Carvalho, que já operava em turismo de luxo, e Luísa Bruno, curadora de imóveis. 

LEIA MAIS NA VERSÃO EM PAPEL